Busca
Busca
Como ganhar uma renda extra com o compartilhamento de veículos?

Como ganhar uma renda extra com o compartilhamento de veículos?

Quem tem um automóvel e não o usa diariamente, pode aproveitar a oportunidade e transformá-lo em uma nova fonte de renda. E de outro lado, pessoas que precisam de um carro apenas ocasionalmente, podem alugar um veículo ao invés de comprar um

Foi assim que também surgiram empresas especializadas em compartilhamentos de veículos. A ideia é muito simples: ajudar o proprietário com os gastos do veículo, mas também o usuário que deseja alugá-lo, já que o valor do aluguel costuma menor em relação ao praticado por locadoras convencionais.

Abaixo detalhamos mais sobre como compartilhar o seu carro de maneira simples e segura, apresentando vantagens dessa prática:

Como compartilhar seu carro para ganhar renda extra?

O primeiro passo é realizar o seu cadastro nos sites de compartilhamento de carros, onde são coletadas algumas informações do proprietário do veículo e do próprio veículo para o cadastro na plataforma.

As plataformas avaliam o carro que será cadastrado, algumas informações relevantes são: vigência do seguro, se ele corresponde aos critérios de elegibilidade (ser do ano de 2008 ou mais novo, ter menos de 100 mil quilômetros rodados, entre outros).

O proprietário pode disponibilizar quantos veículos desejar, sendo que o valor pago depende de algumas variáveis, como o modelo e ano do automóvel. Em algumas plataformas, o proprietário pode escolher o valor que deseja receber diariamente pelo aluguel.

Assim que o carro estiver disponível, o interessado pode entrar em contato diretamente com o dono para combinar os detalhes da entrega, como a data e o local de encontro.

Existe também a possibilidade de aceitar ou não as reservas, de acordo com a disponibilidade de data. Quando a reserva é aceita, o pagamento é confirmado e a transação acontece de modo completamente virtual. Ou seja, nem o proprietário nem o condutor precisam se preocupar com transações financeiras.

Como o usuário aluga seu carro e quanto ele paga?

Para alugar o carro, o usuário deve fornecer informações como dados pessoais completos, o cartão de crédito e uma cópia da CNH, que é checada com o Denatran. Algumas plataformas exigem que o motorista tenha mais de 21 anos, CNH sem restrições e válida, CPF com menos de dois sinistros nos últimos anos e no mínimo dois anos de experiência em habilitação.

O motorista está sujeito a aprovação e, caso seja necessário, outros documentos são solicitados para confirmar o cadastro. Em seguida, o usuário pode procurar o veículo que deseja alugar pelo modelo ou local e negociar o preço diretamente com o proprietário.

Estima-se que veículos populares possam gerar uma renda de cerca de R$60,00 por dia, como um Ford K, enquanto a diária de um Nissan Grand Livina pode gerar até R$180,00, por exemplo. Esses valores estão abaixo do preço da tabela das locadoras convencionais, mas a possibilidade de locação acaba sendo maior devido ao baixo custo para o usuário.

Considere também que a característica primordial desse serviço é entregar o seu carro com tanque cheio. A vantagem é que o usuário deverá devolvê-lo da mesma forma, além de se preocupar com a limpeza interna e externa do veículo.

Quais são as principais vantagens do sistema de compartilhamento de veículos?

Renda Extra

A renda extra arrecadada com o aluguel dos veículos pode ser usada para arcar com gastos de manutenção, IPVA e o seguro, ou seja, com os custos de manutenção do seu próprio carro. Isso é extremamente interessante, visto que o automóvel é um bem com custo alto de manutenção, além de sofrer depreciação.

Quem não pode disponibilizar o veículo durante a semana, tem a possibilidade de alugar o veículo aos finais de semana, quando os compromissos são menores — esse é um período de grande procura assim como o períodos de férias.

Menos Burocracia

Como a transação é feita pela internet, basta que o proprietário e o locatário combinem o valor e o ponto de encontro para concretizar o compartilhamento do veículo. Desse modo, a parte burocrática fica por conta do aplicativo, que valida ambos os usuários para que a transação seja segura.

Com a comunicação direta oferecida pelas plataformas, fica mais simples entrar em contato diretamente com uma pessoa e combinar detalhes, como estender os prazos ou negociar valores, do que com uma empresa.

Desapego

Para muitas pessoas, compartilhar o seu automóvel com pessoas desconhecidas parece ser uma atitude impensável, como quem tem um carro zero, por exemplo.

No entanto, o compartilhamento de carros atende a um público que vê a iniciativa como uma boa oportunidade para gerar renda extra. Essas pessoas normalmente são mais desapegadas de bens materiais, o que é uma qualidade útil nos dias de hoje.

Portanto, dê uma chance para si! Lembre-se de que se apegar a algo material pode causar sofrimento e frustrações. A ideia de compartilhar promove esse desapego, gera ajuda financeira e ainda ajuda o outro.

É seguro

Sem dúvidas a segurança é a primeira questão que fará você repensar se deve ou não compartilhar seu veículo. Isso porque ninguém quer ter prejuízos, como receber o carro arranhado, amassado, batido ou com o tanque na reserva.

No entanto, o compartilhamento de carros possui regras claras para evitar prejuízos. Os sites e aplicativos possuem parcerias com seguradoras, que protegem os veículos de eventuais danos durante o período de locação. Com uma taxa de seguro, você estará protegido contra colisões, furtos, incêndios e assistência para sinistros em geral.

Em outros casos, como multas de trânsito e pontos na CNH, a dívida e os pontos são repassados à quem alugou o carro no período em que ocorreu a infração, tudo sem preocupação para quem compartilhou o carro.

Ao final de cada processo, o dono do carro e o usuário avaliam um ao outro. Assim é possível ajudar os próximos locatários com recomendações e avaliações sobre os membros da comunidade.

O compartilhamento de carros é extremamente interessante para a economia, pois gera renda extra para o proprietário e ainda ajuda quem precisa de um veículo esporadicamente a economizar. Além disso, o serviço contribui para a melhoria da mobilidade urbana e para um menor número de carros nas vias, o que é positivo para o meio ambiente e a situação das rodovias.

E então, está disposto a experimentar o compartilhamento do seu carro? Saiba mais sobre como ganhar renda extra usando o carsharing neste post!

Entre na discussão