Busca
Busca
6 segredos para comparar carros

6 segredos para comparar carros

Segredos para comparar carros

Muitos são os motivadores para a compra de um veículo: desejo, realização, impulso. Porém, para quem deseja escolher o melhor custo-benefício, é preciso pensar antes de tomar a decisão mais acertada. A única forma de conseguir isso de modo eficiente é comparar carros. Aprendendo algumas estratégias, você se certifica de que leva o automóvel mais indicado para casa. 

Quando você não compara carros, pode acabar pagando caro. Novo, seminovo, usado? Não importa… Conhecendo alguns segredos, você garante uma compra acertada e que não pesa no seu bolso. Veja o que fazer agora mesmo: 

1 – Compare os custos de manutenção  

Você provavelmente já ouviu centenas de vezes que o barato pode sair caro, não é mesmo? E isso pode acontecer na compra de veículos. Dessa maneira, não se contente em buscar o automóvel com o preço mais atraente, mas pense no futuro considerando os custos que acompanham o carro. Assim, os gastos com manutenção merecem atenção. 

  • Procure informações sobre a revisão periódica do modelo que pretende levar para casa; 
  • Pesquise a programação de manutenção indicada pelo fabricante do veículo;
  • Alguns autos têm peças mais caras. Desse modo, evite modelos do tipo ao comparar carros;
  • Antes de comprar um veículo usado, considere automaticamente que os custos de manutenção serão maiores. Acrescente esse elemento na hora de fazer os cálculos do melhor carro.

2 – Considere a quilometragem ao comparar carros

A regra é clara: maior a quilometragem, maior a necessidade de manutenção e possíveis reparos. Afinal, o desgaste resultante do uso de veículos é natural. Assim, na maioria dos casos, autos com preços extremamente baixos foram muito rodados. E, quase sempre, não recebem a manutenção necessária para funcionar do modo correto. 

Outro ponto de atenção diz respeito a uma possível revenda futura. Por isso, comparar carros pensando na quilometragem é essencial. Considere que esses veículos sempre serão considerados desvalorizados no mercado. 

3 – Pense na depreciação…

Comparar carros pensando na depreciação

Para não perder dinheiro, é essencial conferir os valores da tabela FIPE do veículo que pretende comprar. Comparar carros dessa forma permite uma análise acertada da depreciação dos automóveis no Brasil. 

4 – …e nos custos fixos ao comparar carros

Os gastos fixos são aqueles necessários mesmo se você não utilizar o veículo. Desse modo, considere o investimento financeiro em:

5 – Tenha atenção na conservação 

Quando você opta por um carro usado ou seminovo, esse tópico deve ser o mais importante. Se não possui grande conhecimento na mecânica de veículos, não se preocupe. Conte com a ajuda de um profissional de confiança para te orientar.

Em linhas gerais, ao comparar carros, leve em conta cada pequeno detalhe do automóvel, do exterior aos equipamentos internos.

6 – Compare os acessórios 

Como já falamos aqui no blog, acessórios de carro podem valorizar veículos. Desse modo, você pode encontrar algumas ofertas de automóveis completos e com uma boa oferta de equipamentos e sem preços exorbitantes. É importante considerar que esses elementos, além de oferecerem conforto ao motorista, também ajudam na revenda. Assim, também devem ser analisados ao comparar carros.

Gostou de saber um pouco mais sobre como comparar carros? Esperamos que o conteúdo te ajude a tomar a melhor decisão de compra. Assim, não se esqueça: com seu veículo, é fácil aumentar a renda mensal disponibilizando seu automóvel para locação na moObie

Entre na discussão