Busca
Busca
Como funciona a direção hidráulica de carros

Como funciona a direção hidráulica de carros

Como funciona a direção hidráulica de carros

No passado era considerada um luxo. Hoje, é praticamente fundamental para qualquer motorista. A direção hidráulica é aquele detalhe que oferece mais conforto ao motorista. Por meio do sistema, o volante fica macio, leve e as manobras com o carro se tornam menos complexas. 

O objetivo dessa direção é reduzir o esforço do condutor durante a condução de seu veículo. Mas, o tema ainda gera algumas dúvidas entre os motoristas, principalmente quando falamos sobre qual a diferença entre a direção hidráulica, mecânica e elétrica. Pensando nisso, criamos um conteúdo completo sobre o assunto. Confira: 

O que é a direção hidráulica? 

A direção hidráulica é um sistema automotivo com o objetivo de diminuir o esforço e dificuldade durante a condução do veículo. Também conhecida como direção assistida, funciona por meio da ajuda de uma força externa. Faz parte tanto de carros leves quanto dos pesados. 

Como é a composição do sistema

Antes de entender como funciona a direção hidráulica em carros, é importante considerar a composição desse sistema como um todo. 

As principais peças da direção são: 

  1. Bomba Hidráulica;
  2. Reservatório de óleo;
  3. Cremalheira;
  4. Pinhão;
  5. Tubulação de baixa e alta pressão.

É importante destacar que todos os componentes devem estar em bom funcionamento para que a direção hidráulica ocorra sem problemas. 

Como funciona a direção hidráulica em veículos? 

Por meio da direção assistida, quando o motorista faz qualquer manobra por meio do volante, uma série de peças e mecanismos entram em ação. Assim, a condução fica mais macia, controlável e menos complexa. Veja o passo a passo: 

  • Durante a condução, o motorista gira o volante;
  • Assim que ocorre a movimentação, o pinhão também é girado;
  • Em seguida, a cremalheira responde orientando as rodas para o lado indicado pelo condutor;
  • Ao mesmo tempo, a bomba hidráulica ocasiona uma pressão no óleo, o que torna a direção mais suave.

Qual a diferença entre a direção hidráulica, mecânica e elétrica? 

Qual a diferença entre a direção hidráulica, mecânica e elétrica

Agora que você entendeu o funcionamento da direção hidráulica, o que acha de conhecer um pouco sobre outras opções disponíveis? 

  • Direção mecânica: é o volante que permite ao motorista movimentar as rodas do carro durante a condução. Na direção mecânica, todas as manobras são feitas com a própria força física do condutor. Desse modo, o esforço é bem maior. Entretanto, possui como vantagem o custo de manutenção mais baixo;
  • Direção elétrica: neste sistema, um motor elétrico capta os movimentos no volante e auxilia a direção. Diferentemente da condução hidráulica, não precisa de reservatório de óleo ou a bomba, por exemplo. Seu principal benefício é o fato de que não usa a potência do motor para agir no veículo;
  • Direção eletro-hidráulica: desconhecida por alguns motoristas, a direção eletro-hidráulica funciona como uma fusão de duas opções disponibilizadas no mercado (elétrica e hidráulica). Aqui, o sistema conta com a maioria dos componentes da direção assistida. Porém, não faz uso da potência do motor de carro. 

Garantindo a manutenção da direção assistida 

Se seu carro possui esse conforto, é essencial entender como fazê-lo durar por mais tempo. No decorrer do texto, destacamos a importância de que cada componente esteja funcionando da forma adequada a fim de que a direção ocorra da maneira correta. Desse modo, para te ajudar, separamos alguns alertas sobre esse assunto: 

  • Revisão veicular: como sempre destacamos aqui no blog, é preciso levar seu carro para check-ups constantes. Quando falamos do sistema hidráulico, não se esqueça de conferi-lo após 50 mil quilômetros rodados;
  • Volante pesado: se você notar que seu volante está um pouco mais rígido, é importante observar o nível do fluído do sistema hidráulico. Isso ocorre normalmente quando o veículo opera abaixo da quantidade indicada de fluídos;
  • Direção descentralizada: o asfalto irregular pode colocar em risco a direção hidráulica do seu carro. Caindo em um buraco, por exemplo, é possível que seu volante fique torto. Na maioria dos casos, um alinhamento da condução pode ser a solução do problema. Porém, sempre é importante levar o automóvel para a análise de um especialista.

Gostou de conhecer um pouco mais sobre a direção hidráulica de carros? Então, deixe seu comentário logo abaixo! 

Entre na discussão